Cultura em novos formatos

04/06/2020 | Gestão | 0 Comentários

Apesar das restrições provocadas pela pandemia, Cia. Traquitana de Uberlândia e Circo Khronos usam criatividade para levar espetáculos atrativos ao público

A pandemia da Covid-19 impossibilita a aglomeração de pessoas, o que é um entrave para o segmento cultural. Diante disso, o momento é de se reinventar. “Criatividade e inovação são fundamentais hoje para todos e, por isso, nos adaptamos”, destaca o diretor e produtor da Cia. Traquitana, Tiago Henrique Pimentel.

Segundo ele, sua companhia transformou uma experiência teatral ao vivo em um projeto multimídia criado exclusivamente para a web, o que exige uma série de adaptações na linguagem e formato. “Desta forma, contar uma história de modo atrativo e envolvente necessita de mais habilidade interpretativa dos atores e um aparato técnico que assegure a qualidade de captação e produção”, explica.

Para Pimentel, o segmento corporativo aponta para uma crescente demanda desse tipo de solução aplicada a convenções e treinamentos e, agora, o teatro virtual entra em cena como um elemento lúdico e de envolvimento. “Serve de sustentação e abordagem de diversos tipos de conteúdo como base didática para a capacitação de equipes”.

O produtor afirma que a Cia Traquitana de Uberlândia, em parceria com a Imaginare Filmes, é uma das primeiras do Brasil a investir nessa solução de forma mais elaborada. “Da criação do roteiro personalizado à estruturação de cenas, montagem de cenário e composição do filme, tudo é pensado de forma criteriosa para que o produto final, além de divertido, seja eficaz em sua proposta de informar”.  Ele acrescenta que o teatro virtual vem para preencher a lacuna emocional dos eventos corporativos online, agregando o toque humano e promovendo a proximidade, mesmo em tempos de distanciamento.

Pimentel acredita que este é um período desafiador e destaca as ações do Sebrae Minas no intuito de fornecer apoio e alternativas para micro e pequenos empreendedores. “Os conteúdos e oportunidades disponibilizados pela instituição servem como um estímulo e nos dão chances de reinventar nosso negócio. É o que temos feito. Somos uma empresa de teatro corporativo e entretenimento com 10 anos de atuação. Essa descoberta do teatro online tem se apresentado como um caminho muito fértil à continuidade das nossas atividades. Percebemos que o Sebrae também se reinventou para que esse apoio fosse possível de forma tão próxima e efetiva”, pontua.

Drive-in circense

Depois de uma turnê por Minas Gerais, desde agosto de 2019, o Circo Khronos chega a Uberaba justamente na ocasião de isolamento social, o que desaguou no cancelamento dos espetáculos. “Locação vencida e sem ter para onde ir. Todos os contratos futuros foram suspensos, e não tínhamos data prevista para retorno”, lembra o gestor da Família Khronos, Luciano Rangel.

Com uma trupe de 45 pessoas, sendo 15 crianças de um a 12 anos, surgiu a necessidade de se reinventar. “Amigos europeus nos mandaram uma matéria com esse formato drive-in, que estava sendo muito utilizado por lá. Então, abrimos sessões com 30 vagas disponíveis para carros, com um palco em 360º. A receptividade foi muito grande nos espetáculos que fizemos, já que todas as vagas foram preenchidas e ainda tivemos fila de espera”, comemora.

Na opinião de Rangel, a alegria circense pode amenizar este momento difícil, não só para a trupe, mas também para toda a comunidade. “Tem saída. Sempre temos que acreditar. Devido à criatividade ao amor e à arte, estamos conseguindo sobreviver e levar alegria para as pessoas”, finaliza.

Reestruturação é o caminho

Para o analista e consultor do Sebrae Minas Elder Lima, os planejamentos feitos antes da pandemia devem ser revistos. “Agora o empresário precisa organizar seu negócio semanalmente, revisitar seu modelo de negócios, se reinventar. Temos muitos exemplos de sucesso”, pontua.

Ele comemora casos como o da Cia. Traquitana e do Circo Khronos, observando que cada um procurou uma saída, um planejamento para este momento específico. “Modelos antigos não serão mais aceitos. As coisas mudaram de uma forma acelerada e, por isso, é preciso reafirmar seu propósito e muitas vezes “surfar” na onda do que está dando certo. E se questionar sempre: como posso me reestruturar para o novo formato de consumo?”, avalia Lima.

Assessoria de Imprensa | Prefácio Comunicação

Pituca Ferreira – (34) 99107-3972 | (34) 99972-0592

pitucaferreira@prefacio.com.br

Richard Novaes – (31) 3292 8660 | (31) 98884-0255

richard@prefacio.com.br

 

×

Olá!

Em que posso ajuda-lo?

×